Cresce a cada dia o número de pessoas interessadas em se estabelecer no Canadá. E não é para menos! O Canadá, além de um país lindo, é muito acolhedor, é um dos melhores lugares do mundo para se viver e ainda tem o Trudeau como Primeiro Ministro – aquele que criou os ministérios divididos igualmente entre homens e mulheres, com profissionais experientes e qualificados em cada um deles.

O Canadá tem universidades bem conceituadas, empresas mundialmente famosas e, com boa parte da população de imigrantes, conta com profissionais capacitados de todos os lugares do mundo. Se você quer se destacar neste mercado, ter um bom currículo nos moldes canadenses e um perfil atrativo no Linkedin fazem toda a diferença, afinal estes serão seus primeiros contatos com recrutadores por aqui.

Atuando como recrutadora e consultora de carreira em Toronto, tenho recebido inúmeros contatos e currículos de profissionais interessados em desenvolver sua carreira neste mercado, e com todo este material, pude criar um guia dos 10 erros mais comuns na hora de elaborar seu currículo no “formato canadense”. Espero que este artigo possa alcançar e ajudar ainda mais profissionais a iniciar uma jornada de sucesso, eh!

1.   “BRASILEIRO, CASADO, SEM FILHOS”

Essas informações são muito comuns nos currículos brasileiros e por aqui não fazem o menor sentido – para ser sincera, em 10 anos de recrutamento no Brasil, pra mim também nunca fez!

2.   COLOCAR IDADE

Essa informação é irrelevante nos currículos canadenses – Estamos mais preocupados com a sua experiência, interesses e formação, mesmo!

3.   ENDEREÇO

Colocar o endereço no currículo é uma escolha sua. Já colocar o “bairro” ou região onde mora, é imprescindível.

4.   COLOCAR FOTO

No Brasil ou no Canadá, fotos não são recomendadas – exceto vagas para modelos rs

5.   INFORMAR MUITOS CONTATOS

Celular e e-mail são suficientes. O telefone residencial, caso ainda possua OK, mas nada de colocar aquele telefone para recados, hein!

6.   NÃO ESPECIFICAR OBJETIVO

Essa linha é uma das mais importantes do seu currículo! Isso nos ajuda a entender o que você está buscando para a sua carreira e direcionar para as posições disponíveis.

7.   COPIAR ATIVIDADES DE DIFERENTES POSICOES

Recebo muito currículos com a descrição do trabalho exatamente igual em uma ou duas posições em diferentes companhias. Claro que acontece de termos o mesmo título em empresas diferentes, mas certamente, as atividades realizadas em cada companhia tem suas diferenças. Prepare seu currículo cuidadosamente. Isso leva tempo, mas é recompensador!

8.   MISTURAR EDUCAÇÃO / FORMAÇÃO ACADÊMICA COM OUTROS CURSOS

Formação acadêmica é a universidade, pós graduação, MBA, etc. MS Office e Windows são cursos. Por favor não misturem!

9.   DESCREVER O CURRÍCULO COMPLETO NO “RESUMO DE QUALIFICAÇÕES/SUMÁRIO”

Lembrem-se: “resumo”, “sumário”, “qualificações” são informações de destaque no seu perfil. Não descreva seu currículo todo novamente neste espaço.

10. EVIDENCIAR SEU CONHECIMENTO EM INGLÊS

Recebo vários currículos evidenciando o nível de inglês e até com notas de testes de proficiência, mas por aqui isso não é legal e vou explicar o porquê.

Quando você se aplica para uma oportunidade no Canadá, seu currículo obviamente estará em Inglês, e nós recrutadores partimos do princípio que para se candidatar, você tem um nível de inglês suficiente para ser entrevistado e desempenhar a função desejada. Então se você quer destacar seu currículo, não coloque seu nível de inglês (Nós não colocamos no Brasil “Português fluente”, certo?!).